Semanalmente os  melhores métodos, ferramentas e técnicas
para conseguir alcançar TODO SEU POTENCIAL.
Acompanhe AQUI nossos artigos!

 

Receba em
PRIMEIRA MÃO
nossos artigos e
muitas novidades.
CADASTRE-SE!

Respeitamos sua privacidade, NUNCA enviamos spam!

Hipnose e autopoiese

19/01/2019

Nós criamos nossa própria experiência.

Um bom exemplo do modo como a experiência involuntária é criada é a criação dos sonhos.

Durante o sono, apenas o “ego” consciente dorme, mas em um nível involuntário, uma pessoa “produz” imaginação (em todos os níveis sensoriais), de forma totalmente autônoma.

Os sonhos podem ser entendidos como uma espécie de “show multimídia” autocriado, durante o qual o sonhador é intensamente absorvido / associado ao seu “ego dos sonhos” no “filme dos sonhos”.

Durante o processo usual de sonhar, uma pessoa está muito associada ao processo de sonho autocriado.

Então, o organismo de uma pessoa em um nível involuntário transforma essa imaginação em uma experiência em todos os níveis sensoriais, por exemplos, emocionalmente, sinestesicamente, também a um nível hormonal, incluindo o sistema imunológico, pressão sanguínea, batimentos cardíacos, até a expressão genética (como mostra a pesquisa epigenética).

Durante o pesadelo, a experiência é criada intensamente em uma “experiência de terror”, durante um “sonho bonito”, imediatamente uma experiência muito confortável é criada (incluindo todas as reações corporais).

O processo de hipnose é praticamente, em todas as partes da experiência, semelhante ao processo de sonhar. As imaginações hipnóticas e as “imaginações” dos sonhos criam o mesmo tipo de experiências, quanto mais uma pessoa está associada à imaginação, mais intensos são os efeitos em todo o organismo.

Se o sonho for alterado, toda a experiência também é alterada sem qualquer medicação, qualquer terapia, etc.

sonho

Também durante a nossa vida diária, os mesmos processos estão acontecendo, mas geralmente não percebemos no nível consciente como essas experiências são criadas.

Mas, não é o conteúdo dos sonhos / dos fenômenos que vivemos que determina a experiência! É o relacionamento (isto é, a pessoa que os experimenta) o qual “o observador” do fenômeno cria para os fenômenos vividos (especialmente a involuntária aproximação ou distanciamento criados, a valorização dos fenômenos, etc.)

Se uma pessoa aprende a criar uma posição de observador protegida e dissociada, associada a experiência de uma visão geral e com a habilidade de atuar de forma a servir seu objetivo, essa pessoa é capaz de lidar com os mesmos conteúdos (de um sonho ou de um uma experiência diária) de forma muito construtiva, na qual a pessoa pode utilizar e transformar os mesmos processos que a fizeram sofrer etc. em processos saudáveis.

As pesquisas de sonhos modernas chamam isso de “sonho lúcido”. Na vida cotidiana, podemos chamá-lo de “construir uma “meta-posição”.

Aprofunde-se na Psicoterapia Hipnossistêmica, participe da Formacão da Insight DH. Saiba mais aqui.

E nos acompanhe no Facebook e Instagram .


LINEO-insight-desenvolvimento-humano

LINEO CARVALHO

Empreendedor, sócio fundador da Insight Desenvolvimento Humano, empresa que acredita na transformação de vidas...

Continue lendo »

andrea-insight-desenvolvimento-humano-150x150-square

ANDRÉA CARVALHO

Empresária e mãe, sócia da Insight Desenvolvimento Humano, com Formações Internacionais em Coaching Integrativo Sistêmico e Coaching Quântico...

Continue lendo »

Buscar no Blog

Receba em
PRIMEIRA MÃO
nossos artigos e
muitas novidades.
CADASTRE-SE!

Respeitamos sua privacidade, NUNCA enviamos spam!

logo-insight-desenvolvimento-humano-site001

:: Copyright © 2018 Insight Desenvolvimento Humano :: Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por:  W. Trinca Marketing Digital