areaRestrita

Tudo vem quando você vai atrás. (Silvia Duailib)

Existindo a pergunta, a mente pensa de novo. (Nancy Kline, Time to Think)

Ao não tomar a decisão, você tomou uma decisão. Não fazer algo é o mesmo que fazê-lo. (Ivan Bloch)

Tolo é aquele que naufragou seus navios duas vezes e continua culpando o mar. (Publilus Syrus)

Não possuir algumas das coisas que desejamos é parte indispensável da felicidade. (Bertrand Russel)

As invenções são resultado de um trabalho teimoso. (Santos Dumont)

A maioria das organizações é supergerenciada e subliderada. (John Kotter, escritor)

Seja a mudança que quer ver no mundo. (Dalai Lama)

A sua vida e o seu mundo mudam quando você muda. (Roberto Shinyashiki)

O QUE É HIPNOSE ERICKSONIANA

 

A Associação Americana de Psicologia define hipnose da seguinte maneira: A hipnose é um procedimento durante o qual um profissional de saúde ou pesquisador sugere a um cliente, paciente, ou sujeito que vivencie mudanças em sensações, percepções, pensamentos ou comportamentos. O contexto hipnótico geralmente é estabelecido pelo procedimento de indução. Embora haja muitas induções hipnóticas diferentes, a maioria inclui sugestões de relaxamento, calma e bem estar. Instruções para imaginar ou pensar sobre experiências agradáveis também são comumente incluídas nas induções hipnóticas


Diferenças Entre Hipnose Ericksoniana e a Clássica?


A Hipnoterapia Ericksoniana geralmente é uma experiência cooperativa ou co-criativa. Você, Stephen, como cliente é o especialista em você. Você não apenas conhece a si mesmo… como tem imensos recursos; você tem os recursos que vão lhe permitir lidar como os desafios que surgem em sua vida. (Betty Alice Erickson)
 

A Hipnose Ericksoniana  é um estado de consciência, não de inconsciência ou sono.

Um estado de consciência ou de percepção (awareness) no qual há uma marcante receptividade a idéias e uma disponibilidade ampliada a responder tanto de forma positiva quanto negativa a essas ideias (por volta de 1950). (Milton Erickson, 1980, vol. IV, cap. 21, p. 224.) O estado hipnótico é essencialmente um fenômeno psicológico, que não tem relação com o sono fisiológico, e depende completamente da total cooperação entre o hipnotizador e o sujeito. (Milton Erickson, 1941, p. 14).
A Hipnose Ericksoniana é sem dúvida a comunicação mais efetiva com a mente inconsciente, Milton Erickson deixou como legado a reinvenção da hipnose ensinando estratégias efetivas de transformação da percepção humana através da forma de levar informações à mente  inconsciente proporcionando aprendizados profundos, transformando crenças limitantes, librando o potencial dos recursos internos A Hipnose Ericksoniana passo a passo consiste em seguir os passos da filosofia de Milton Erickson, que  apresentou em sua técnica uma abordagem não linear e sem protocolos, sua premissa principal é que a cura é um processo  resultante da interação humana, vindo de dentro do individuo sem metas e definições prévias, para Erickson todo possuem os recursos necessários para a transformações de seus problemas.
 

A Hipnose Ericksoniana é um procedimento individualizado, de acordo com as características de cada cliente, as sugestões são individualizadas e adaptadas para cada um.

É realizada de dentro para fora e isso quer dizer que o sujeito é que terá todo o trabalho de entrar em transe (atenção focada em si).

A pessoa não será hipnotizada se não estiver disposta a trabalhar as próprias dificuldades.

O hipnoterapeuta irá facilitar o processo do indivíduo entrar para dentro de si, prestar atenção em si. Mas é a pessoa que vai se colocar em transe.

A Hipnose Ericksoniana acredita que toda pessoa tem dentro de si recursos para resolver seus próprios problemas, que tem poder e muitas vezes não se vê com este poder.

Esta técnica facilita a percepção e o fortalecimento do indivíduo através de suas próprias vivências.


Consideramos a hipnoterapia um processo em que nós ajudamos as pessoas a utilizarem suas próprias associações, memórias e potencial de vida para alcançar seus próprios objetivos terapêuticos. Milton H. Erickson


Este treinamento prático de hipnoterapia congrega a essência da Hipnose Ericksoniana com algumas técnicas da hipnose clássica.


Quem foi Milton H. Erickson (1902 - 1980)

Nas ultimas décadas, as brilhantes e inovadoras estratégias de Milton Erickson para a psicoterapia, a hipnose e a comunicação se tornaram o tema de numerosos congressos e conferências internacionais. Durante sua vida, Erickson foi conhecido como o principal practitioner mundial da hipnose médica. Ele foi o presidente fundador da Sociedade Americana da Hipnose Clínica bem como fundador e editor do jornal desta sociedade. O registro clínico de Erickson foi surpreendente pelo número de diferentes tipos de problemas médicos e psiquiátricos de que foi capaz de tratar com sucesso - tanto com como sem o uso da hipnose. A criatividade de Erickson e o seu poder de observação foram legendários e suas técnicas formaram a base de todo um estilo de procedimentos terapêuticos e hipnóticos.


Os trabalhos de Erickson formam a base de muitos dos princípios e técnicas da PNL. Erickson foi um dos três terapeutas modelados por Richard Bandler e John Grinder a fim de criar as primeiras técnicas da PNL. Muitas habilidades e técnicas fundamentais da PNL têm sua origem nas habilidades e procedimentos hipnóticos praticados por Erickson. O Modelo Milton, por exemplo, é um conjunto de padrões verbais associados com linguagem e sugestão hipnótica que foi assim chamada em honra de Erickson. Um grande número das principais técnicas da PNL também foram inspiradas pelo trabalho hipnótico de Erickson, incluindo a dissociação V-C (uma técnica usada por Erickson tanto para a indução do transe como para o controle da dor), ressignificação (falando para a parte inconsciente da pessoa), ancoragem (estabelecendo pistas pós-hipnóticas), mudança da história pessoal (a partir das técnicas de regressão hipnótica) e ponte ao futuro (derivada da técnica hipnótica da pseudo-orientação no tempo). De fato, muitos desses procedimentos começaram como processos usados em associação com o estado de transe induzido formalmente. Também foi descoberto, mais tarde, que tais processos trabalhavam efetivamente se a pessoa estivesse oficialmente "em transe" ou não.


A estratégia mais fundamental e importante empregada por Erickson era o processo de 'compassar e conduzir'. Erickson era um mestre em encontrar seus clientes em seus próprios modelos empobrecidos do mundo, compassando seu modo de pensar e então, elegantemente, osconduzindo para uma maneira mais útil para organizar as suas experiências. É óbvio que essa estratégia tem muito a oferecer no nosso contexto do dia a dia. Gerentes, professores, vendedores e pais têm muito a ganhar se adotarem a estratégia de Erickson de compassar e conduzir.

 

Hipnose Ericksoniana Passo a Passo


 O passo a passo da Hipnose Ericksoniana são os princípios de Milton Erickson,  que seguem abaixo:


1) Toda pessoa é única e cria a sua própria metáfora. O hipnotizador se alia a essa metáfora, se movimenta com ela e a guia.


2) O paciente tem dentro de seu próprio sistema a capacidade de resolver o problema; o paciente faz e é capaz de fazer todo o trabalho. Considerar qual é a causa externa é irrelevante.O problema está dentro e não fora. Assumir essa responsabilidade é o primeiro passo no processo de cura (healing process).


3) Tudo o que é necessário é criar uma “mudança estratégica”, é a menor mudança possível, e permitir que ela se generalize… Um grau de mudança dentro do cliente é tudo que é necessário. Um grau de mudança cria mudança em todos os sistemas relacionados ao cliente. Um grau de mudança é sempre possível. Lembre-se, você pode trabalhar no sistema sem responder ao problema específico.


4) O tempo não tem significado. A cada momento há um novo relacionamento sendo criado. (A linguagem natural e os processos mentais estão perpetuamente em um estado de fluxo criativo.)


5) Todo o problema tem uma solução e é possível trabalhar com qualquer coisa. Se algo não está funcionando, tente alguma outra coisa até funcionar. “Toda a fechadura tem sua chave” (atribuído a Erickson).


6) Não existe algo como “resistência”. A mente inconsciente do cliente reúne as peças do quebra-cabeça, e então ele vem e relata a você. O cliente nunca é resistente à sua própria resolução do problema. Erickson com freqüência prescrevia ou exagerava o sintoma para “se mover com” o processo do cliente. Lembre-se – acompanhar, acompanhar, acompanhar. Sempre fique em sintonia com os ritmos do cliente. Isto é acompanhar, acompanhar, acompanhar. * acompanhar (pacing) está definido nas estratégias.


7) Há poder no intercâmbio da vulnerabilidade Hipnose Ericksoniana e a comprovação científica: Hoje a neurociência comprova a eficácia da Hipnose Ericksoniana: O consciente não se sente confortável com mudanças, mesmo que sejam de nosso interesse. Sua resposta à mudança de comportamento é rígida e unidimensional. Neurologicamente quase todas as mudanças de comportamento e reformulação de hábitos e padrões de vida começam e são controladas por nosso inconsciente. Para mudar o comportamento de forma efetiva é necessário mandar informação diretamente ao inconsciente. Para alterar de forma eficaz antigos padrões de comportamento, a informação deve ser: diretamente indireta, não manipulatória e ter a intenção apenas de informar, acrescentando novas informações às antigas. [Erickson dizia que não é possível instruir o inconsciente de forma consciente e que sugestões autoritárias enfrentariam resistência. O inconsciente responde a aberturas, oportunidades, metáforas, símbolos e contradições. Estudos neurobiológicos recentes indicam que nosso intelecto controla menos de 5% de nosso comportamento, ou seja, 95% de toda mudança comportamental é realizada no nosso inconsciente. Os cientistas mostram que a maioria de nossas decisões, ações, emoções e comportamentos dependem de 95% da atividade do cérebro que está além de nossa consciência, o que significa que 95 – 99% da nossa vida vem da programação em nossa mente inconsciente. E é por isto que a hipnose ericksoniana é a ferramenta mais eficaz para as mudanças comportamentais, pois falamos diretamente à mente inconsciente.
 

A importância de Hipnose Ericksoniana

 

1. As sugestões fazem parte dos meios usados para promover mudanças positivas em todas as interações entre seres humanos. As sugestões eficazes e vitalizadoras fazem parte de qualquer situação ligada a treinamento, orientação, tratamento ou aprendizado. O conhecimento da hipnose Ericksoniana não somente restabelece o foco do uso que você atualmente faz da linguagem sugestiva, mas também aumenta a eficácia, diversidade e amplitude de sua habilidade de fazer sugestões para expandir as percepções de uma pessoa. As sugestões hipnóticas servem para apoiar o indivíduo de forma a permitir que ele passe de uma percepção a uma perspectiva mais ampla.


2. A hipnose aprofunda seu discernimento sobre a forma pela qual os indivíduos geram suas experiências, inclusive as sintomáticas, permitindo-lhe tornar sua comunicação mais eficaz, centrada e estratégica.


3. Capacitar uma pessoa a agir autonomamente é um dos aspectos mais importantes na facilitação de seu crescimento. O enfoque de Erickson centra-se na “autonomia pessoal”.


4. As recentes contribuições da Psicologia Positiva indicam claramente que, quando você aproveita os pontos fortes das pessoas, de forma que vai muito além do que elas próprias imaginam, aquilo que você comunica é exponencialmente mais eficaz do que quando aponta ou explora os pontos fracos delas. O trabalho Ericksoniano é o precursor da Psicologia Positiva.


5. As pessoas aprendem melhor por meio da experiência. A hipnose é um aprendizado vivencial, suave, centrado e de apoio. Cada sugestão é simplesmente um convite à uma experiência.


6. As pesquisas recentes indicam que a sugestão hipnótica aumenta a capacidade de uma pessoa fazer mudanças positivas em sua vida pessoal e profissional.


7. Além das habilidades e técnicas que você tem, aprender a hipnose é claramente uma vantagem, quando integrada no conjunto de suas habilidades atuais.


8. Aprender a hipnose e a auto-hipnose é uma maneira suave e muito positiva de apoiar e alcançar mudanças positivas em todas as áreas de sua vida.


9. Aprender a hipnose aumenta sua capacidade de aproveitar seu inconsciente e desenvolver um diálogo mais profundo com sua própria sabedoria interior.



O que é Transe Conversacional ou Naturalístico?


O transe conversacional consiste em embutir em uma conversa normal muitas das estratégias desenvolvidas por Erickson, para promover e induzir o transe, para ajudar o cliente a se conectar com um nível muito profundo da sua mente inconsciente, e para desenvolver soluções novas e criativas para resolver os problemas que surgem na vida do cliente. Erickson preferia usar o transe conversacional na maioria de suas sessões. Betty Alice Erickson relata o uso de transes formais em menos de cinqüenta por cento do tempo nas sessões, e de transe conversacional cento e dez por cento do tempo com os clientes. O transe conversacional requer que o facilitador use um contexto Ericksoniano e as várias estratégias juntamente com o acompanhar e conduzir (pacing e leading) enquanto conduz o que parece ser uma conversa normal com o cliente ou grupo. Qualquer bom palestrante, orador ou ator faz isto quase que automaticamente. 



Mitos e Conceitos Errôneos Sobre a Hipnose Ericksoniana

1. O sujeito não fica inconsciente. O sujeito fica concentrado e focado. O sujeito ouve, vê e responde a tudo que seja importante naquele momento.

2. O hipnotizador não fica “no controle.” O sujeito fica “a cargo de” seu próprio transe, entra e sai conforme sua própria vontade e velocidade e na profundidade que ele, sujeito, desejar.

3. O sujeito não pode ser hipnotizado contra sua própria vontade.

4. O sujeito é capaz de proteger o “eu” (self). Ele não revela informações que queira manter em particular e participa apenas de atividades que sejam congruentes com o ego.

5. É impossível não “despertar”.

6. Quase todo mundo é capaz de entrar em um transe formal com alguma profundidade.

7. A hipnose é um estado alterado. A hipnose pode ser definida como um estado, que ocorre naturalmente, de atenção focalizada que permite acessar recursos inconscientes e evitar os mecanismos de defesa comuns.

8. A hipnose não capacita a pessoa a fazer coisas que ela não consegue fazer normalmente. Ela ajuda a pessoa a acessar os recursos interiores e os aprendizados inconscientes “esquecidos”.

9. As pessoas ficam mais sugestionáveis (disponíveis) e vulneráveis em um estado de transe. Elas reagem (e até mesmo pensam) em um estado mais confiante/crente/crédulo, como o de uma criança. Elas geralmente respondem de forma muito literal a palavras e sugestões. É vital que o hipnotizador seja digno e respeite a vulnerabilidade e a confiança.

 

Veja Também