areaRestrita

Pense como uma pessoa de ação e aja como uma pessoa que pensa. (Henri Louis Bergson)

Aqueles que enxergam o invisível fazem o impossível. (Citado por Charlene Bernal)

Existindo a pergunta, a mente pensa de novo. (Nancy Kline, Time to Think)

Decida quanta energia você está disposto a empregar para atingir sua meta. Quantas horas por dia você está disposto a trabalhar? (Les Brown)

Simplesmente não quero ficar prejudicada pelas minhas próprias limitações. (Bárbara Streisand)

O poder não corrompe as pessoas; as pessoas corrompem outras pessoas." (William Gaddis)

A primeira e melhor vitória é conquistar-se a si mesmo”. (Platão)

Ao não tomar a decisão, você tomou uma decisão. Não fazer algo é o mesmo que fazê-lo. (Ivan Bloch)

Tudo vem quando você vai atrás. (Silvia Duailib)

Seja a mudança que quer ver no mundo. (Dalai Lama)

7 FORMAS LEVES DE DESENVOLVER A ATENÇÃO PLENA DAS CRIANÇAS BRINCANDO

7 formas leves de desenvolver a atenção plena das crianças brincando

1. Escute o Sino

Toque um sino e peça às crianças para ouvirem atentamente a vibração do som. Diga-lhes para permanecerem em silêncio e levantarem as mãos quando já não ouvirem o som do sino. Em seguida, diga-lhes para permanecerem em silêncio durante um minuto e prestarem muita atenção para os outros sons que ouvem depois que o sino parou. Depois, sentem-se em círculo e peça às crianças para te dizerem todos os sons que notaram nesse minuto. Este exercício não é apenas para divertir e animar as crianças para compartilharem suas experiências com os outros, mas realmente ajuda a conectar-se ao momento presente e à sensibilidade de suas percepções.


2. Amigos de Respiração

Distribua um bicho de pelúcia (ou outro objeto pequeno) para cada criança. Se o espaço permitir, fale para as crianças deitarem-se no chão e coloque os bichos de pelúcia em suas barrigas. Diga-lhes para respirarem em silêncio por um minuto e observarem como o seu amigo de respiração se move para cima e para baixo, e quaisquer outras sensações que notarem. Diga-lhes para imaginarem que os pensamentos que entram em suas mentes se transformam em bolhas e flutuam. A presença do amigo de respiração faz com que a meditação seja um pouco mais amigável, e permite que as crianças percebam como uma atividade lúdica não tem necessariamente que ser agitada.


3. Os Apertos & a Meditação Relaxante

Enquanto as crianças estão deitadas com os olhos fechados, diga-as para apertarem e espremerem cada músculo de seus corpos o mais forte que puderem. Diga-lhes para esmagarem seus dedos e pés, apertarem os músculos de suas pernas até seus quadris, apertarem suas mãos e elevarem os ombros até suas cabeças. Fale para se manterem nessas posições durante alguns segundos e, em seguida, liberarem-se totalmente e relaxarem. Esta é uma ótima atividade para “soltarem” o corpo e a mente, e também uma maneira totalmente acessível para entenderem a arte de “estar presente”.


4. Cheire & Sinta

Passe algo perfumado para cada criança, como um pedaço de casca de laranja fresca, um raminho de lavanda ou uma flor de jasmim. Peça-lhes para fecharem os olhos e respirarem o perfume, concentrando toda a sua atenção apenas no cheiro desse objeto. Perfume pode realmente ser uma ferramenta poderosa para o controle da ansiedade (entre outras coisas!).


5. A Arte do Toque

Dê a cada criança um objeto para tocar, como uma bola, uma pena, um brinquedo macio, uma pedra, etc. Peça-lhes que fechem os olhos e descrevam o objeto a um parceiro. Então, mude os parceiros. Tanto este, quanto o exercício anterior são simples, mas atraentes maneiras de ensinar às crianças a prática de isolarem seus sentidos, e vivenciarem experiências distintas.


6. O Exercício da Pulsação do Coração

 
Fale para as crianças pularem para cima e para baixo durante um minuto. Então devem se sentar e colocar suas mãos em seus corações. Diga-lhes para fecharem os olhos e sentirem seus batimentos cardíacos, sua respiração, e ver o que mais notam em seus corpos.

7. De Coração Para Coração

Neste exercício, o significado de “coração” é menos literal. Em outras palavras, essa atividade também poderia ser chamada de “Vamos falar sobre sentimentos.” Então sente e confortavelmente peça às crianças para falarem sobre seus sentimentos. Quais sentimentos estão sentindo? Como sabem que estão sentindo esses sentimentos? Onde elas os sentem em seus corpos? Pergunte-lhes de quais sentimentos gostam mais.

Em seguida, pergunte-lhes o que podem fazer para se sentirem melhores quando não estão sentindo seus sentimentos preferidos. Lembre-lhes que eles podem praticar sempre transformar seus pensamentos em bolhas se eles estiverem chateados, podem fazer os Apertos & a Meditação Relaxante se precisarem se acalmar, e também podem tirar alguns minutos para ouvirem sua respiração ou batimentos cardíacos se precisarem relaxar.

Minha esperança com essas dicas é dar às crianças algumas ferramentas que podem usar a qualquer hora: ferramentas para se acalmarem, desacelerarem e se sentirem melhores quando estiverem perturbadas. Eu iria adorar ter tido essas ferramentas à minha disposição quando era criança. Imagine se todas as crianças ao redor da Terra aprendessem a usar essas ferramentas em suas infâncias. Quanta mudança nosso mundo experimentaria dentro de apenas uma geração!

 

___

Fonte: Mind Body Green

Veja Também